• Anas barbariae

    Anas bar­bariae, Cai­ri­na moscha­ta (Oscilo­coc­cinum)

     

    Os sin­tomas semel­hantes aos da gripe encon­tra­dos no remé­dio incluem:

    Febre, calafrios, sen­sação de con­tusão, dor de cabeça late­jante, seios nasais dolorosos, obstrução nasal, catar­ro, descar­ga e espir­ros.

    Pode haver infecção dos pul­mões, uma tosse seca e dolorosa, e rouquidão ou per­da da voz.

    Otite com dor, como as dores das agul­has, ver­mel­hidão e per­da de audição.

    Digestão é difí­cil com um agrava­men­to par­tic­u­lar dos ovos e do leite, que não podem ser digeri­dos.

    Náuse­as e vómi­tos de comi­da não digeri­da ou regur­gi­tação putre­fac­ta.

    Inchaço do abdó­men com dores de cãi­bras e diar­reia féti­da.

    Ansiedade ger­al com um ros­to páli­do e mui­ta frieza.

    Dese­jo de limpeza e doutros e um medo de suji­dade e des­or­dem (Car­ci­nos­inum).

    Obceca­do com a arru­mação, com a lavagem das mãos e com um medo avas­sal­ador de infecção e de ser poluí­do.

    Pode recusar-se a aper­tar as mãos ou a tocar em alguém por medo de con­tá­gio.

    Ideias e opiniões fixas e são teimosos e não estão dis­pos­tos a mudá-las.

    Modal­i­dades:

    Mel­ho­ria ger­al a par­tir do repouso e do calor.


tradutor
error: Content is protected !!