• Boa constrictor

    Boa con­stric­tor

    Falam muito (Loquaci­dade); Ciúmes; Roupa aper­ta­da; Vestem roupa vis­tosa, obsti­pação. Lig­ação ao sub­mun­do da espir­i­tu­al­i­dade.

     

    MENTAL:

    - Neces­si­dade de con­tro­lo. Imposição. Sen­sação de perseguição. Que o mun­do está fora de con­tro­lo e pre­cisam de faz­er um grande esforço para o impedir de girar em com­ple­to caos.

    - Imposição da ordem ao seu ambi­ente pela força da sua von­tade (Essa imposição depois as destrói).

    - Auto-con­fi­antes, dom­i­nado­ras e dita­to­ri­ais e insis­tem que tudo é exac­ta­mente como elas querem.

    - Devem ser elas a decidir como as coisas e não se sub­me­terão às opiniões de mais ninguém (Quan­do não cor­rem como decidi­ram ficam indig­nadas e zan­gadas).

    - Impa­cientes e ofen­si­vas para todos à sua vol­ta.

    - Rap­i­da­mente se enfure­cem e essa rai­va é vio­len­ta e extrema.

    - São direc­tas no que dizem e no que fazem (nota-se o lado negro na sua expressão).

    - Neces­si­dade de con­tro­lar e impor a sua von­tade ao seu ambi­ente exigin­do grande esforço e des­gaste energéti­co.

    - Não só se tor­na sufo­cante como tam­bém se tor­na exaus­ti­va, com as suas ati­tudes.

    - Des­gas­tam-se pelo seu esforço para se man­terem e tor­nam-se preguiçosas, aves­sas ao cumpri­men­to dos seus deveres, aves­sos à con­ver­sa e à com­pan­hia.

    - Querem ser deix­adas em paz para que pos­sam encon­trar algu­ma paz e sossego.

    - sen­ti­men­to de deses­pero, choran­do e ten­do o impul­so de se ati­rarem para debaixo de um com­boio.

    - Medo.

    SENSAÇÕES/ILUSÕES:

    - Sen­sação de serem oprim­i­das e con­strangi­das pelos esforços que fazem.

    - Sen­sação de que está a ser persegui­da por um homem com uma faca, que será ata­ca­da no escuro e par­tic­u­lar­mente por trás.-

    SISTEMA DIGESTIVO:

    - dores, queimaduras, rachaduras, cóli­cas e inchaço encon­tra­dos da boca ao ânus.

    - Mel­ho­ra quan­do come.

    - Neces­si­dade de com­er.

    MODALIDADES:

    - Mel­ho­ra quan­do come.

    EXTREMIDADES (DOR):

    - Dores em todo o cor­po como de arras­ta­men­to, como ten­do sido arras­ta­da de for­ma Inter­mináv­el.


tradutor
error: Content is protected !!