• CARCINOSINUM

    CARCINOSINUM (Carc.)

    A vul­ner­a­bil­i­dade e a hipersen­si­bil­i­dade emo­cional são as car­ac­terís­ti­cas deste remé­dio. Des­de muito jovem que o paciente tem um com­por­ta­men­to cor­re­to, dis­ci­plina­do, dócil, que pre­tende agradar a todos de modo a gan­har o recon­hec­i­men­to e o amor dos out­ros. São de tal for­ma sen­síveis que o impacto de uma ligeira obser­vação é sen­ti­do por eles de for­ma despro­por­cional. É fre­quente exi­s­tir um históri­co de can­cro ou dia­betes na família.

    MUITO SENSÍVEL A REPRIMENDAS, AGRADAR AOS OUTROS, HISTÓRIA FAMILIAR DE CANCRO

    MENTAL:

    OFENDE-SE FACILMENTE, SENSÍVEL À CRÍTICA E REPREÇÕES.

    Medo da humil­hação. COMPREENSIVO, DISPOSIÇÃO CONDESCENDENTE.

    Fal­ta de auto­con­fi­anças, QUER AGRADAR A TODOS. Dese­jo ardente de afe­to. Tími­do. Melin­droso. Sen­ti­men­tal. Apaixon­a­do. História de supressão de sen­ti­men­tos de cul­pa. Triste, mas não con­segue chorar. Des­gos­to silen­cioso.

    Ado­ra a exci­tação das tem­pes­tades com tro­voa­da e relâm­pa­gos. Ansiedade acer­ca da saúde. medo do can­cro. Coisas hor­ríveis, histórias tristes afe­ta-nos pro­fun­da­mente.

    Cri­anças

    1° tipo (nor­mal): obe­di­ente, respon­sáv­el, dis­ci­plina­da de modo a agradar aos pais

    2° tipo (raro): insen­sív­el, insat­is­fei­ta, egoís­ta, mal com­por­ta­do.

    FÍSICO:

    FALTA DE REACÇÃO, AUSÊNCIA DE FEBRE.

    História no pas­sa­do de can­cro ou de história famil­iar de can­cro ou dia­betes. As queixas desen­volvem-se na puber­dade. Com­pleição escu­ra, ter­rosa tipo “café com leite”. Muitas vezes o paciente tem man­chas escuras con­jun­ti­va azu­la­da, em espe­cial nas cri­anças. Insó­nia. A cri­ança quer ser embal­a­da. Sem sono dev­i­do aos pen­sa­men­tos. Acor­da cedo às 04:00h. Sangue quente e em ger­al pio­ra com o calor. Dese­jo sex­u­al aumen­ta­do, muito fre­quente ou mas­tur­bação pre­coce. Dorme na posição de joel­hos jun­to ao peito. Pis­ca os olhos fre­quente­mente. Tosse de coce­gas na gar­gan­ta. Tosse mais ao boce­jar, ao falar, ao rir-se

    MODALIDADES:

    AGR.: à tarde das 13:00–18:00 h ou em espe­cial das 17:00–18:00h.

    MELH.: mar, pra­ia, anoite­cer, com uma peque­na ses­ta.

    a@


tradutor
error: Content is protected !!