• ELAPS CORALLINUS

    ELAPS CORALLINUS (elaps)

    Este remé­dio tem uma tendên­cia para a timidez, asso­ci­a­da ao medo da chu­va e um sen­so de peri­go e perseguição. Os pacientes podem ser via­jantes e apre­sen­tar uma secreção escu­ra.

    A nív­el físi­co, afe­ta prin­ci­pal­mente o nar­iz, ouvi­dos, gar­gan­ta, ner­vos, tra­to diges­ti­vo e artic­u­lações. É um remé­dio hemor­rági­co, com hemor­ra­gias ain­da mais escuras do que as de out­ras cobras.

    No aspec­to men­tal, ess­es pacientes têm um medo extremo de ficarem soz­in­hos, mas tam­bém não gostam muito de com­pan­hia. Eles dese­jam fugir das pes­soas, mas têm um medo con­stante de que algo acon­teça aos seus entes queri­dos quan­do estão longe deles, emb­o­ra esse medo desa­pareça quan­do os entes queri­dos estão pre­sentes. Ansiedade em relação à saúde, medo da chu­va e medo de cair são car­ac­terís­ti­cas proem­i­nentes.

    Em ter­mos de sen­sações e ilusões, eles podem sen­tir como se todo o sangue estivesse acu­mu­la­do na cabeça (con­gestão). A nív­el pul­monar, pode haver con­gestão e con­strição, com tosse. Na boca, pode ocor­rer inchaço da lín­gua. O nar­iz pode estar entupi­do e os ouvi­dos cheios de cera, com ruí­dos de rugi­do e estal­i­dos. Pal­pi­tações cardía­cas e queimadu­ra no estô­ma­go que mel­ho­ra com bebidas frias são sin­tomas comuns. Nos sis­temas repro­du­tivos, pode ocor­rer inchaço dos testícu­los nos home­ns e inchaço do útero nas mul­heres.

    Em relação às modal­i­dades, os sin­tomas pio­ram quan­do estão soz­in­hos. Eles ten­dem a preferir o lado dire­ito do cor­po. Quan­to às prefer­ên­cias ali­menta­res, dese­jam ali­men­tos e bebidas frias, espe­cial­mente gela­dos, fru­tas e sal­adas.


    TEMÁTICA

    •O tema das cobras demon­stram uma forte com­pet­i­tivi­dade e ciúmes em ger­al, ali­men­tam-se pela sen­sação de infe­ri­or­i­dade e descon­fi­ança em relação aos out­ros. Ten­dem a ocul­tar os seus ver­dadeiros sen­ti­men­tos, sendo enganosos nos seus afe­tos, são cautelosos e dis­sim­u­la­dos ou fin­gi­dos nas inter­ações soci­ais.
    •Um dos medos mais pro­fun­dos é o temor de serem ata­ca­dos e de perderem os seus mem­bros. Têm com­por­ta­men­tos vio­len­tos, cruéis e insen­síveis quan­do se sen­tem ameaça­dos. Por vezes estes ataques de ira são plane­ja­dos e súbitos, nun­ca impul­sivos.
    •Além das questões men­tais, o tema das cobras tam­bém está asso­ci­a­do à espir­i­tu­al­i­dade e à clar­iv­idên­cia, exibindo loquaci­dade e ilusões de estar a voar. Têm sen­si­bil­i­dade no pescoço e uma relação pecu­liar com a chu­va, que pode des­en­cadear ou agravar os sin­tomas.
    •No con­tex­to físi­co, inclui dis­túr­bios da cir­cu­lação san­guínea, prob­le­mas de pele, obsti­pação, dis­túr­bios hor­mon­ais e dores de cabeça. Exibem um padrão com­por­ta­men­tal especí­fi­co, como falar muito (loquaci­dade), têm prefer­ên­cia por roupas aper­tadas ou não as supor­tam, nor­mal­mente vestem roupas vis­tosas. Há uma lig­ação sim­bóli­ca ao sub­mun­do da espir­i­tu­al­i­dade.

    RA02


tradutor
error: Content is protected !!