• Helix tosta

    Helix tos­ta —  Cara­col

     

    Clin­i­ca:

    Hemop­tise. Tifo.

    Cara­ca­ter­is­ti­cas:

    Os caracóis têm uma vir­tude tradi­cional na cura da tuber­cu­lose, e os homœopatas puser­am o remé­dio à pro­va, potenciando‑o. W. H. Leonard (Med. Adv., xxii. 310) rela­ta dois casos cura­dos com Helix t. c.m. (1) Um cav­al­heiro tin­ha ataques fre­quentes de hemop­tise. Rouquidão con­tínua; tosse seca, com cóce­gas; agra­va. à noite, impedin­do o sono; disp­néia, agra­va subindo escadas. Ele já tin­ha toma­do todos os remé­dios usuais. Helix tost. c.m., três pós admin­istra­dos. Não hou­ve mais hemor­ra­gia. Algu­mas sem­anas depois, temia-se um retorno e foram admin­istradas mais algu­mas dos­es. Qua­tro meses mais tarde, a doente mel­horou muito de saúde e man­teve-se bem. (2) Uma sen­ho­ra com diátese tuber­cu­losa desen­volveu a doença após o con­fi­na­men­to. Vários remé­dios bem indi­ca­dos não con­seguiram travar a sua pro­gressão. Por fim, instalou-se uma hemor­ra­gia. Foi admin­istra­do Helix como no out­ro caso, com efeito ime­di­a­to. A hemor­ra­gia ces­sou; a tosse e a expetoração mel­ho­raram grad­ual­mente e, em oito meses, o doente esta­va bem e assim per­maneceu.


tradutor
error: Content is protected !!