• Limenitis bredowii californica

    Limeni­tis bre­dowii cal­i­for­ni­ca (bor­bo­le­ta da Cal­ifór­nia)

     

    Em ter­mos emo­cionais, podem sen­tir-se inse­guros, despro­te­gi­dos e sem ori­en­tação, como se fos­sem aliení­ge­nas no mun­do ao seu redor. Sen­tem-se vul­neráveis e temem ser ata­ca­dos a qual­quer momen­to, demon­stran­do uma aver­são à respon­s­abil­i­dade e uma neces­si­dade de pro­teção.

    No entan­to, ess­es pacientes tam­bém exibem uma sen­si­bil­i­dade notáv­el, sendo benev­o­lentes e com­pas­sivos. Eles val­orizam pro­fun­da­mente os laços famil­iares e têm um amor exal­ta­do pelo mun­do ao seu redor. Emb­o­ra sejam emo­cionais e sin­tam inten­sa­mente, muitas vezes têm difi­cul­dade em expres­sar ess­es sen­ti­men­tos, dese­jan­do comu­nicar-se, mas encon­tran­do obstácu­los para fazê-lo.

    Essas car­ac­terís­ti­cas podem estar enraizadas em exper­iên­cias famil­iares, como a pre­sença de pais ausentes ou que ape­nas dese­jam sen­tir amor pelos fil­hos, sem impor regras ou ofer­e­cer ori­en­tação ade­qua­da.

    No plano físi­co, ess­es pacientes podem exper­i­men­tar um sen­so de urgên­cia con­stante, acom­pan­hado por uma sen­sação de pres­sa. Podem ter uma hipersen­si­bil­i­dade audi­ti­va e olfa­ti­va, dese­jan­do estar ao ar livre e em movi­men­to.

    Além dis­so, ess­es pacientes muitas vezes enfrentam insta­bil­i­dade em suas vidas, pois tudo parece estar sujeito a mudanças con­stantes. Essa insta­bil­i­dade pode se man­i­fes­tar não ape­nas como uma trans­for­mação, mas como várias mudanças suces­si­vas.

    A dual­i­dade é uma car­ac­terís­ti­ca proem­i­nente ness­es pacientes, poden­do man­i­fes­tar-se tan­to na relação entre mente e cor­po quan­to entre o mun­do físi­co e o espir­i­tu­al. Eles têm um amor pela beleza, espe­cial­mente por cores vivas como o azul bril­hante, e ten­dem a gostar de se vestir bem, bus­can­do roupas bril­hantes e boni­tas para se exibirem. No entan­to, tam­bém têm a capaci­dade de se tornarem visíveis e depois desa­pare­cerem, mostran­do uma dual­i­dade em sua pre­sença no mun­do.


    TEMÁTICA
    • O tema dos inse­tos rev­ela orga­ni­za­ção e diligên­cia para sobre­viv­er, com uma abor­dagem hiper­a­ti­va e a neces­si­dade con­stante de mudança e rit­mo acel­er­a­do. Exibe tendên­cias agres­si­vas e repenti­nas, pos­sivel­mente rela­cionadas ao medo da morte e do ataque por sufo­cação. A fal­ta de ver­gonha, com­por­ta­men­to destru­ti­vo e uma prefer­ên­cia por cores vivas.
    • Medo de perder o cabe­lo, o dese­jo de recon­hec­i­men­to no tra­bal­ho e a sen­sação de serem usa­dos por out­ros são aspetos mar­cantes. A dual­i­dade na visão da vida, a con­fusão na iden­ti­dade sex­u­al, a promis­cuidade e os son­hos sex­u­ais são fenô­menos obser­va­dos. Há uma neces­si­dade con­tra­ditória de com­pan­hia e solidão, jun­ta­mente com perío­dos de preguiça e pre­ocu­pação exces­si­va com a aparên­cia.
    • Fisi­ca­mente, são sen­síveis ao calor, com um grande apetite e dese­jo por ali­men­tos açu­cara­dos e car­boidratos, emb­o­ra pos­sam sen­tir descon­for­to após com­er. Exprimem sen­sações de ver­gonha e lev­eza, além de inqui­etação, irri­tabil­i­dade e ansiedade.
    • Sin­tomas físi­cos, podem enfrentar prob­le­mas diges­tivos, como evac­uações urgentes e incom­ple­tas, bem como queimação na lín­gua e na boca. Tam­bém podem apre­sen­tar inchaço das glân­du­las no pescoço, irri­tação na gar­gan­ta e ardor ao uri­nar.
    Bor­bo­le­ta:
    •Em cri­anças com TDAH. Em pes­soas que apre­sen­tam inter­esse na trans­for­mação de gênero, incluin­do com­por­ta­men­tos como cross dress­ing e tran­sex­u­al­is­mo, fre­quente­mente demon­stram pre­ocu­pação com a aparên­cia, mostran­do inter­esse em roupas, jóias e maquiagem. Essa ênfase na estéti­ca e na expressão de gênero deve ser con­sid­er­a­da no trata­men­to e na com­preen­são de seu com­por­ta­men­to.

    RA03


tradutor
error: Content is protected !!