• NAJA TRIPUDIANS

    NAJA TRIPUDIANS

     

    Intrin­se­ca­mente respon­sáv­el e ori­en­ta­do pela família, este indi­ví­duo exibe uma alta moral­i­dade, mas é ator­men­ta­do por sen­ti­men­tos de neg­ligên­cia e impotên­cia, ali­men­tan­do impul­sos de machu­car aque­les que o ofend­er­am. Rejeita­do pela família do côn­juge, ele é dom­i­na­do por uma rai­va silen­ciosa e uma autode­pre­ci­ação dev­as­ta­do­ra, sentin­do-se um fra­cas­so em todos os aspec­tos da vida.

    No âmbito cardía­co, sua mente é dom­i­na­da por sen­sações de estar pre­so e con­tro­la­do, com uma ilusão de estar sob con­t­role humano. Este sen­ti­men­to é agrava­do por um pro­fun­do des­gos­to ou amor desapon­ta­do, levan­do a uma reação pas­si­va mar­ca­da por retrai­men­to e depressão. O dese­jo de suicí­dio surge como uma ten­ta­ti­va deses­per­a­da de escapar da dor emo­cional avas­sal­ado­ra.

    Fisi­ca­mente, ele é asso­la­do por dores no peito como se uma bar­ra de fer­ro quente estivesse sendo empurra­da con­tra ele, acom­pan­hadas por uma sen­sação de peso esma­gador. Dores de cabeça inten­sas são descritas como golpes na parte de trás da cabeça, levan­do a um dese­jo de come­ter suicí­dio ao atin­gir a cabeça com um macha­do. Sin­tomas res­pi­ratórios, como res­pi­ração ofe­gante e inchaço na gar­gan­ta, aumen­tam ain­da mais seu sofri­men­to.

    As modal­i­dades rev­e­lam uma mel­ho­ra ao deitar-se sobre a parte afe­ta­da e uma pio­ra com o frio, enquan­to a lat­er­al­i­dade esquer­da é pre­dom­i­nante em seus sin­tomas.


    TEMÁTICA

    •O tema das cobras demon­stram uma forte com­pet­i­tivi­dade e ciúmes em ger­al, ali­men­tam-se pela sen­sação de infe­ri­or­i­dade e descon­fi­ança em relação aos out­ros. Ten­dem a ocul­tar os seus ver­dadeiros sen­ti­men­tos, sendo enganosos nos seus afe­tos, são cautelosos e dis­sim­u­la­dos ou fin­gi­dos nas inter­ações soci­ais.
    •Um dos medos mais pro­fun­dos é o temor de serem ata­ca­dos e de perderem os seus mem­bros. Têm com­por­ta­men­tos vio­len­tos, cruéis e insen­síveis quan­do se sen­tem ameaça­dos. Por vezes estes ataques de ira são plane­ja­dos e súbitos, nun­ca impul­sivos.
    •Além das questões men­tais, o tema das cobras tam­bém está asso­ci­a­do à espir­i­tu­al­i­dade e à clar­iv­idên­cia, exibindo loquaci­dade e ilusões de estar a voar. Têm sen­si­bil­i­dade no pescoço e uma relação pecu­liar com a chu­va, que pode des­en­cadear ou agravar os sin­tomas.
    •No con­tex­to físi­co, inclui dis­túr­bios da cir­cu­lação san­guínea, prob­le­mas de pele, obsti­pação, dis­túr­bios hor­mon­ais e dores de cabeça. Exibem um padrão com­por­ta­men­tal especí­fi­co, como falar muito (loquaci­dade), têm prefer­ên­cia por roupas aper­tadas ou não as supor­tam, nor­mal­mente vestem roupas vis­tosas. Há uma lig­ação sim­bóli­ca ao sub­mun­do da espir­i­tu­al­i­dade.

    RA02


tradutor
error: Content is protected !!