• Phyton regius

    Phy­ton regius

     

    Men­tal­mente, os pacientes dese­jam esta­b­ele­cer con­t­role sobre o ambi­ente e bus­cam uma relação poderosa, emb­o­ra enfrentem difi­cul­dades quan­do as relações se tor­nam sufo­cantes e avas­sal­ado­ras, levan­do a sen­ti­men­tos de cul­pa e deses­pero. Além dis­so, medos gerais são comuns nesse per­fil.

    As sen­sações e ilusões asso­ci­adas incluem a sen­sação de perder o con­t­role, ser sug­a­do para um rede­moin­ho ou vór­tice e estar encur­ral­a­do. Há tam­bém a per­cepção de que as mães exis­tem ape­nas para seus fil­hos, levan­do a pen­sa­men­tos sui­ci­das, mas inca­pazes de agir por causa dos fil­hos. Uma sen­sação de divisão lat­er­al, como se os lados esquer­do e dire­ito estivessem em con­fli­to, tam­bém é relata­da.

    No aspec­to físi­co, desta­cam-se sin­tomas intesti­nais, espe­cial­mente a sen­sação de cor­po estran­ho, bem como con­strição e opressão no sis­tema res­pi­ratório. No sis­tema fem­i­ni­no, as men­stru­ações são descritas como inten­sas, acom­pan­hadas pela sen­sação de que o útero está vira­do do aves­so e per­den­do muito sangue. Além dis­so, prob­le­mas de visão, incluin­do difi­cul­dade visu­al e foto­fo­bia, tam­bém são obser­va­dos.


tradutor
error: Content is protected !!