• TARENTULA HISPANICA

    TARENTULA HISPANICA (Tar­ent.)

    Tar­en­tu­la é um remé­dio com ener­gia exces­si­va. Os pacientes são inqui­etos, rápi­dos nos seus movi­men­tos, impa­cientes, fazem várias coisas em simultâ­neo. Sen­tem-se mel­hor quan­do ouvem músi­ca com bas­tante rit­mo em tom alto e quan­do dançam. Todos os sin­tomas mel­ho­ram com a dança. A ener­gia e tan­ta que a sex­u­al­i­dade e ele­va­da ao pon­to da nin­fo­ma­nia. Quan­do se zangam tam­bém são inten­sos, podem se tornar vio­len­tos. Em fas­es avançadas da patolo­gia, podem tornar-se manía­co-depres­sivos ou desen­volver insanidade com cólera.

    EXCESSO DE ENERGIA. AGITAÇÃO PRESSA

    MENTAL:

    HIPERACTIVIDADE, AGITAÇÃO. Faz muitas coisas ao mes­mo tem­po.

    Impa­ciente, impul­si­vo, astu­to. MUSICA (em espe­cial alta e rít­mi­ca) MELHORA OS SINTOMAS FISICOS E MENTAIS QUANDO DANÇA. Mania sex­u­al, delírio eróti­co. Lascívia, his­te­ria. Rai­va, fúria. Vio­len­to, destru­ti­vo, ras­ga ou parte coisas. Insanidade com aumen­to da força. Dese­ja atacar os out­ros. Fúria é de tal ordem que tem de ser acor­renta­do. Esta­dos manía­co-depres­sivos.

    FISICO:

    Afe­ta os ner­vos que estão exci­tadís­si­mos. Sin­tomas que apare­cem de repente e com vio­lên­cia. Exces­so de ener­gia que é canal­iza­da através da AGITAÇÃO, PRESSA, AUMENTO DO DESEJO SEXUAL. Apres­sa­do nos movi­men­tos, enquan­to cam­in­ha. Agi­tação dos mem­bros infe­ri­ores ao movi­men­to. Agi­tação das extrem­i­dades pela músi­ca. Alivia pela ativi­dade RÍTMICA, dança para cima e para baixo. Vom­i­ta apos ir para a cama. Obsti­pação sem urgên­cia e sem ansiedade ter­rív­el. Disp­neia com prob­le­mas de coração e de ovários. Os abces­sos e furún­cu­los são de “cor azu­la­da” e com dor de ardor.

    MODALIDADES:

    AGR.: bebidas frias, ao ficar frio, cli­ma frio e húmi­do, esforço, coito.

    MELH.: movi­men­to, ao cam­in­har deva­gar, esforço físi­co, ao dançar.

    a@


tradutor
error: Content is protected !!