• THERIDION CURASSAVICUM

    THERIDION CURASSAVICUM

     

    MENTAL:

    - Sen­sív­el ao ruí­do que pen­e­tra no cor­po, nos ossos e nos dentes e max­i­lares (Mes­mo quan­do não há zumbido sonoro é um prob­le­ma).

    - Estão sem­pre ocu­padas, mas é uma activi­dade infrutífera e, emb­o­ra sejam lev­adas a isso, não lhes traz ale­gria.

    - Emb­o­ra se afun­dem no deses­pero, grande parte da sua activi­dade parece estar exci­ta­da e ale­gre com grande loquaci­dade.

    His­te­ria.

    - São muito com­pet­i­ti­vas e ciu­men­tas (Lach­esis).

    - A sua cabeça puxa-os numa direcção, enquan­to o seu cor­po ou coração puxa na direcção opos­ta (inde­cisão con­tínua e uma fal­ta de auto­con­fi­ança).

    - “Pen­sar” é difí­cil quan­do é de natureza com­par­a­ti­va, mas não quan­do é cria­ti­va (tem difi­cul­dade em procu­rar soluções).

    - Sin­tomas oscilantes, entre a activi­dade e a exaustão ou par­al­isia.

    SENSAÇÕES/ILUSÕES:

    - Sen­sação de que o tem­po pas­sa demasi­a­do depres­sa.

    Ilusões de que a sua cabeça está sep­a­ra­da do seu cor­po ou mes­mo que foi sub­sti­tuí­da pela cabeça de out­ra pes­soa (sem­pre repar­ti­da em duas direcções opostas).

    NARIZ:

    - Sen­síveis aos odores.

    VISÃO:

    - Sen­síveis à luz.

    SISTEMA FEMININO:

    - Sen­sív­el e agra­va na menar­ca ou menopausa e durante a men­stru­ação e a gravidez.

    VERTIGEM:

    - Propen­sas à ver­tigem e ao enjoo do movi­men­to (Coc­cu­lus indi­cus, Tabacum, Petro­le­um).

    - Ver­ti­gens, náuse­as e dores de cabeça.

    CALAFRIO:

    - São geladas, mas tal como o barul­ho e o ban­ho pen­e­tram direc­ta­mente no esquele­to, assim tam­bém o frio pen­e­tra pro­fun­da­mente nos ossos.

    TOSSE:

    - Vio­len­ta, sacud­in­do a cabeça para a frente e os joel­hos para cima.

    EXTREMIDADES:

    - Inqui­etação físi­ca com o movi­men­to dos seus dedos.

    Sen­síveis à luz e par­tic­u­lar­mente à luz solar, são sus­cep­tíveis à inso­lação, pio­ram por fecharem os olhos.

    MODALIDADES:

    - São sen­síveis ao seu meio ambi­ente, e pio­ram por terem o seu meio ambi­ente fecha­do.

    - Pio­ram com o sono e estão sujeitas a ver­ti­gens durante o sono.


tradutor
error: Content is protected !!