• TOXICOPHUS PUGNAX

    TOXICOPHUS PUGNAX

     

    No aspec­to men­tal, ess­es pacientes exper­i­men­tam uma var­iedade de sin­tomas psi­cológi­cos inten­sos. Eles têm um medo con­stante de coisas triv­i­ais e de enlouque­cerem, o que pode des­en­cadear aces­sos de rai­va vio­len­ta até mes­mo diante de mín­i­mas provo­cações. Esse medo e apreen­são são espe­cial­mente inten­sos durante a noite. Além dis­so, são facil­mente per­tur­ba­dos, sen­síveis e podem se sen­tir esma­ga­dos por pen­sa­men­tos depres­sivos, difi­cul­tan­do sua capaci­dade de con­cen­tração e raciocínio.

    Sen­tem uma sen­sação con­stante de viv­er sob uma nuvem escu­ra e enfrentam son­hos vívi­dos e ater­radores que os assom­bram, tor­nan­do-os temerosos de dormir. No aspec­to físi­co, podem exper­i­men­tar obsti­pação e per­da de apetite, emb­o­ra sin­tam sede de água fria. No sis­tema fem­i­ni­no, sofrem de dis­menor­reia com dores inten­sas nas costas e per­nas, além de men­stru­ação pro­fusa, escu­ra, coag­u­la­da e com odor desagradáv­el. Tam­bém enfrentam descon­for­to nos olhos e pálpe­bras, que ficam dolori­dos e incha­dos.


tradutor
error: Content is protected !!